segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Infanticídio... Ele existe!

A expressão infanticídio, do latim infanticidium, significa morte de criança.
Em várias tribos indígenas  no Brasil essa prática é constante. Crianças que nascem com alguma deficiência, gêmeos ou que não tenham pais são enterradas vivas. Isso mesmo enterradas vivas, consideradas uma maldição ou algo do tipo para tribo.

"É importante ressaltar que não são apenas recém-nascidos as vítimas de infanticídio. Há registros de crianças de 3, 4, 11 e até 15 anos mortas pelas mais diversas causas." (site Hakani)





 Você sabia que a FUNAI (Fundação Nacional do Índio) está de acôrdo com essa prática  em nome do respeito à “cultura indígena”?
Leia a reportagem que saiu na revista Veja.
http://www.comunicajocum.org/media/veja.pdf

Depois de passar alguns dias na jocum tive conhecimento de uma ong que dá apoio aos índios que sofrem com essa prática. Se colocando como voz para aqueles que não aceitam essa "cultura".

Conheça mais a Atini- voz pela vida acessando o site...
http://www.atini.org/

Nós como igreja de Cristo precisamos nos levantarmos como vozes que clamam pela vida e pela liberdade. Seja orando, seja ajudando, colaborando ou simplismente não aceitando. Você pode fazer muito. Ajude...
http://www.apadrinhamento.atini.org/

Fonte:
http://saintgabriel-international.com/infanticidio.htm

Deus te guie e te abençõe!



Lorena Ingrid- Tornando Jesus Conhecido