segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O cisco e a trave

  Jesus mais uma vez em um dos seus discursos fantásticos nos ensina uma exelente lição. Mateus 7.2-5 diz o seguinte: "pois é segundo o vosso modo de julgar que vos julgarão, e a medida de que vos servis servirás de medida para vós. Por que tens de olhar o cisco que está no olho do teu irmão, e a trave que está no teu olho, não a reparas? Ou como dizer a teu irmão: 'Espera! vou tirar o cisco do teu olho'? É no teu olho que a trave está! Homem de juízo pevertido, tira primeiro a trave do teu olho, e então enxergarás direito para tirar o cisco do olho do irmão."
  É muito fácil julgar, críticar, falar mal de alguém. Mas orar por essa pessoa, ajudar, apoiar, incentivar são poucos que fazem isso. Jesus tentava mostrar em todo o seu ministério totalmente o contrário, sua pregação baseava-se no amor ao próximo. O ser humano procura sempre alguém pra culpar, se as filas do supermercado estão demorando concerteza a culpa deve ser da operadora de caixa (coitada na maioria das vezes é a vítima). Se o louvor do culto não foi tão bom assim, no final do culto a culpa caí em cima do ministro de louvor que não soube conduzir a adoração (E se tiver sido você que se preocupou mais em olhar como estava o louvor do que em adorar realmente em Espírito e em Verdade). Se a comida queima a culpa caí em cima do cozinheiro que não estava atento. Se há poluição no mundo é culpa das outras pessoas que jogam lixo no chão e cortam as árvores. Se o seu troco vier errado, se baterem no seu carro, se derramarem o café em cima de você é sempre culpa do outro.
  Algumas pessoa nunca conseguem admitir que ela é a errada, e sempre tem que arrumar alguém pra levar a culpa. E tudo que as pessoas precisariam fazer era olhar com outros olhos. E enxergar que talvez não foi a pessoa que bateu no seu carro, mas você pode ter perdido a atenção e deu uma freada brusca. Ou que se o café caiu na sua roupa talvez a pessoa tropeçou, ou se a operadora ta demorando passar suas compras talvez seja porque também não é o melhor dia dela. Talvez uma palavra sua de incentivo do tipo "Tudo bem?" ou "Jesus te ama" aliviaria o dia de algumas pessoas estressadas. Ou talvez a pessoa não faça de propósito e precise da sua ajuda pra mudar algumas coisas. Mas é mais fácil culpar o outro do que se colocar no lugar dele.
  Jesus diz "ei tira primeiro essa trave do seu olho que é tão grande e que te impede de enxergar como eu enxergo, antes de ver esse pequeno cisco no olho do seu irmão." Certa vez trouxeram a Jesus uma mulher que foi pega em adúlterio. E a expuseram na frente de todos que ali se encontravam. Segundo a lei de Moisés a condenação daquela mulher deveria ser o apedrejamento. E Jesus com seu amor incondicional diz "Aquele que dentre vós que está sem pecado que seja o primeiro a atirar a pedra." Após isso um a um foram saindo ficando somente Jesus e a Mulher. Aquela mulher havia cometido um erro, mas mesmo assim Jesus não a regeitou, não a humilhou, não a criticou, e não a reprimiu.
  Quantas pedras você tem lançado no seu próximo? Quantas pedras você tem lançado em uma pessoa só porque ela não é como você deseja que seja? Pare, pense e reflita. Ao invés de críticar, o que você tem feito pra que essa pessoa ou situação mude? Porque se você não fez nada então talvez o problema não seja nela e sim em você. Jesus prega um evangelho de cuidado uns para os outros, de amor. Um amor que é refletido em ações. Todos somos pecadores, todos nós erramos (Também estou inclusa).  Mas parar pra refletir sobre como você vê o outro poucos fazem.
  Enxergue com os olhos de Jesus. Ame como Jesus. Ao invés de acusar e críticar alguém, seja o primeiro a estender a mão. Ajude a pessoa a mudar. Incentive-a a mudar, ensine, discípule, cuide, seja Pai. E para encerrar Lucas 6:38 "dai e ser-vos-à dado. É uma boa medida, socada, sacudida, transbordante, que derramarão nas dobras da vossa veste, pois a medida de que vos servis servirá também de medida para vós." É dando que se recebe, se você ensina hoje, amanhã você terá um líder que ensinará outros e outros. Que Deus te guie nos seus caminhos e te aperfeiçõe  a cada dia para que você se torne parecido com ele. 

Kisses!!!

Lorena Ingrid

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Bullying...

  Depois de muito tempo sem post... Olha eu aqui de novo. A faculdade de Teologia ta puxada, mas consegui um tempinho pra falar de algo que tem me incomodado muito. Desde a post  salvando uma vida, Deus tem ministrado sobre bullying ao meu coração. Mas não é somente bullying nas escolas, ou entre pessoas não evangélicas, mas sobre o bullyng dentro da igreja e o que os cristãos tem feito.
  Mas afinal o que é bullying?
Conheci o termo em 2005 em um trabalho na escola. Segundo a revista Brasil escola "Bullyng é um termo da língua inglesa quem vem (bully = “valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder." Ou seja, é qualquer forma de agressão verbal sem que a pessoa possa se defender causando traumas e complicações psicológicas e emocionais muitas vezes irreversíveis.
  O que muitos pensam serem brincadeira de criança ou de adolescente é algo seríssimo. Muitos adolescentes e jovens depois de sofrerem anos e anos com esse mal acabam sendo levadas ao suicídio, adquirindo depressão ou cometendo atos piores de vingança. E infelismente esse mal está presente dentro de algumas igrejas. Já vi adolescentes dentro da igreja rindo de outros que não faziam parte da sua "panela" e ofendendo a ponto de fazerem com que o irmão saísse da igreja e nunca mais voltasse. Muitas vezes as pessoas estão mais ocupadas e preocupadas com o seu ministério do que com as vidas. Muitas vezes cantar e ser conhecido como pregador e viajar de um lado para outro, tem sido mais importante do que passar uma tarde com aquele irmão que ninguém nunca vai visitar, ou que há tempos não participa do departamento de jovens e que congrega na sua igreja. Logo a igreja que é lugar de cura, lugar de refúgio. Onde está o amor pelo próximo? Onde está o exemplo que Cristo nos deixou? "Eis o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que se despoja da vida por aqueles a quem ama. Vós sereis meus amigos se fizerdes o que eu vos mando." João 15. 12-14
O amor cura todas as feridas, o amor é a resposta pra todos os problemas. Quem ama cuida, trata bem, não fala mal, não maltrata com palavras. Jesus foi bem claro em seus ensinamentos João 13. 34 diz "Um mandamento novo vos dou: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, vós também amai-vos uns aos outros. Nisto TODOS RECONHECERÃO que sois meus DISCÍPULOS: no amor que tiverdes uns para com os outros". Jesus pregava e vivia o amor e nos incentivou a fazer o mesmo acolhendo a todos. As pessoas vão reconhecer em você um servo e discípulo de Cristo na maneira que você falar e as tratar. Pois o AMOR é o sinal da presença de Deus na vida dos homens.
   Não só quem sofre o bullying que se encontra em problemas. Mas também aquele que pratica. Não julgue. Quem pratica esses atos de violência também precisa de ajuda e do seu amor. Muitas vezes eles não recebem em casa e de alguma forma descontam em quem não sabe se defender. Por isso como cristão se você conhece alguém que pratica ou sofre bullying cuide dessa pessoa. Gere esse filho espiritual em oração seja Pai.
  Existem três tipos de amor: Amor Fileo um amor humano, retribuido na medida em que a pessoa o recebe. Amor Eros um amor entre homem e mulher e o Amor Ágape que é o amor retratado por Paulo em 1 Corintíos 13 ( o mais belissímo conceito de amor ágape), um amor ilimitado, incondicional, como o de Deus por nós. Que não depende de nada, que não depende de gestos e nem espera retribuições. Um amor pregado por Cristo. Um amor que vai até uma cruz se entregar. Um amor que escolhe um Pedro mesmo depois de ter sido negado várias vezes. Um amor que olha para uma Maria Madalena e vê muita além do que aparência. Um amor que acolhe todo aquele que crê e confia. Cristo nos deixou suas pisadas, deixou seu exemplo provando a todos que é possível!
  Este mal deve ser combatido. E você como cristão sabe como. "Amando"
 Que Deus te guie...

Nós vemos em breve...

Lorena Ingrid